Haddad encontra dificuldade na questão Uber

Serviço privado de condução atendeu mais de 600 mil passageiros em outubro

Em comunicado divulgado no último mês, a empresa de transporte privado Uber disse que não aceita a nova regulamentação da Prefeitura de São Paulo, que colocaria o serviço da companhia na categoria de “táxi preto”.

Apreensão de carro da Uber causa confusão na zona sul de São Paulo

Segundo a Uber, “sendo uma empresa de tecnologia e não de táxi, não nos encaixamos no plano proposto pelo órgão oficial”. Além disso, haveria as restrições colocadas na proposta, como a cobrança de tarifas até 25% maior que as cobradas pelo táxi comum, carros de alto padrão e com até cinco anos de uso, além de possuírem ar-condicionado.

dsc02434

Serviço Uber causa polêmica na cidade de São Paulo (Crédito: flatout.com.br)

A discussão teve seu inicio no dia 9 de setembro, quando a Câmara Municipal de São Paulo aprovou uma lei que proíbe aplicativos como a Uber. Desde este momento, o embate entre a empresa contra taxistas e a prefeitura se intensificou.

O ápice foi na última quarta-feira, dia 21, quando cinco carros foram apreendidos na região do Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo. A Uber é multada em R$ 1,7 mil pelo Departamento de Transportes Públicos (DTP) por carro circulando na cidade.

A guerra das caronas em São Paulo

A empresa repudia a ação, informando que encontra respaldo na legislação federal e é legal, de acordo com o Plano Nacional de Mobilidade Urbana.

Uber não acata determinação da Prefeitura para categoria “táxi preto”

A atuação da companhia na cidade é motivo de debate entre os cidadãos. Para Raimundo Filho, taxista há 44 anos em São Paulo, a Uber não prejudica sua atuação. “Conseguiria conciliar meu trabalho em São Paulo cm esta nova modalidade de serviço. Em São Paulo, tem espaço para todo mundo”, disse Raimundo.

Já Edson, motorista público no município de Taboão da Serra, ressalta o beneficio da Uber. “É uma alternativa para as pessoas que usufruem deste meio. Sendo um fato novo no mercado, direciona a possibilidade de escolha, evitando de se ter um monopólio”

A empresa

A Uber, empresa norte-americana, foi criada em março de 2009, funcionado como um aplicativo para uso de transporte privado, atuando atualmente em 342 cidades e em 61 países. Mais de 660 mil usuários utilizaram o serviço no Brasil em outubro, sendo que a empresa, que chegou em São Paulo em junho do ano passado, têm cinco mil profissionais credenciados.

Já o serviço de táxi, em comparativo, possui mais de 30 mil profissionais em atividade, sendo 25.569 na categoria comum, 4.140 na comum rádio, 620 na especial, e 158 na luxo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s